Ciclo de Palestras: Poéticas Comparadas (UFF)

cartaz ciclo de palestras poesia 0001.jpg

Anúncios
Imagem | Publicado em por | Deixe um comentário

Hans Ulrich Gumbrecht no SESC-MG

unnamed

Serenidade, experiência estética, epifania e efeitos de presença são termos usados por Gumbrecht para referir-se a uma relação corpórea, espacial e sensível que podemos estabelecer com as coisas que nos rodeiam. Trata-se de pensar a cultura (a arte e a literatura) a partir de um estado de abertura e disponibilidade, diferente das atitudes de interpretação, acúmulo de informação e do imperativo do desempenho. Serenidade seria a disposição para a vivência estética e o pensar criativo e meditativo, que nos conduzem a uma renovada relação com o tempo e criam espaços alargados de experiência, tanto em relação à arte quanto em relação ao cotidiano.

>> Sobre Hans Ulrich Gumbrecht: é um historiador, teórico e crítico literário que transita por áreas como filosofia, comunicação, literaturas nacionais e aborda temas como experiência estética, esportes e epistemologia cotidiana. Nasceu na Alemanha do pós-guerra, em 1948. Aos 23, se tornou professor-assistente de Hans Robert Jauss, na Escola de Constança, onde permaneceu entre 1971 e 1974 e concluiu sua Habilitationsschrift em Romanística francesa. Considerado membro da geração mais jovem da Estética da Recepção, criticou as premissas e rompeu cedo com essa vertente literária, desenvolvendo a partir de então uma abordagem não hermenêutica para os estudos literários. Lecionou nas universidades de Bochum e Siegen, na Alemanha, antes de se mudar, em 1989, para a Califórnia, nos Estados Unidos, e assumir a cadeira Albert Gérard de Literatura Comparada na Stanford University.

Nos últimos quarenta anos publicou mais de dois mil textos, incluindo livros traduzidos em mais de vinte línguas. Seus títulos mais recentes são “Serenidade, presença e poesia”, “Atmosfera, ambiência, Stimmung: sobre um potencial oculto da literatura”, “Após 1945: latência como origem do presente” e “Nosso Presente Amplo”. Como figura intelectual pública, Gumbrecht participa ativamente da vida acadêmica de diversas universidades como, entre muitas outras, Collège de France, Universidade de Lisboa, Universidade de Manchester e Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Desde 1977, Gumbrecht visita o Brasil anualmente proferindo palestras, conduzindo seminários e, mais recentemente, participando de bancas de doutorado.

>> Sobre Mariana Lage: é jornalista, professora e escritora. Seu campo de pesquisa é performance, arte contemporânea e experiência estética. Pós-doutoranda em Filosofia pela Universidade Federal do Pará (UFPA), é doutora em Estética e Filosofia da Arte pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com a tese “Tônus da Presença: experiência estética como jogo, quietude e contingência”, coorientada por Hans Ulrich Gumbrecht, na Stanford University, California. Tem artigos, críticas e poemas em publicações como Suplemento Literário de Minas Gerais, Brasiliana Journal of Brazilian Studies (king’s College-Londres), Revista Em Tese (FALE-UFMG), Revista Cult, revista 7faces e jornal O Tempo, entre outros. Organizou, apresentou e traduziu o livro “Serenidade, presença e poesia” (Relicário Edições, 2016), de Hans Ulrich Gumbrecht.

>> Sobre João Cezar de Castro Rocha: é ensaísta e professor de literatura comparada na UERJ. Realizou estudos de pós-graduação na UERJ, na Stanford University e na Freie Universität. Entre outros, autor de “Machado de Assis: Por uma poética da emulação” (Civilização Brasileira, 2013; Prêmio de Crítica e História Literária da Academia Brasileira de Letras; “Por uma esquizofrenia produtiva: da prática à teoria” (Argos, 2015); “Culturas Shakespearianas — O desafio da mímesis em contextos não hegemônicos” (É Realizações, 2016, no prelo). Organizador de mais de 20 títulos e colaborador regular da imprensa.

+ infos: https://goo.gl/MLDvVS

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

convite curso adília lopes 03.png

Publicado em Convites | Deixe um comentário

RCESP – Dossiê Poetas Neo-Realistas

homepageImage_pt_BR

A Revista do Centro de Estudos Portugueses da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG chega a seu quinquagésimo sétimo número com o Dossiê Poetas Neo-Realistas. Acesse AQUI.

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

convite curso adília lopes 02.png

Publicado em Convites | Deixe um comentário

Início do curso “A poesia e a prosa de Adília Lopes”

convite curso adília lopes 01

Imagem | Publicado em por | Deixe um comentário

Divulgada a programação do V Colóquio Internacional de Poesia – O Simbolismo, As Artes

cabec3a7alho-facebook-data-corrigida-atc3a9-dia-04

O programa do V Colóquio Internacional de Poesia – O Simbolismo, As Artes, que terá lugar entre os dias 1 e 4 de Agosto/2017, na Universidade de São Paulo (USP), foi divulgado e pode ser conferido no seguinte endereço: https://coloquiosimbolismo.wordpress.com/programa/

Mais informações sobre a inscrição de ouvintes podem ser encontradas AQUI.

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

VII Jornada de Estudos em Poesia Portuguesa

O nosso polo de pesquisa realizou, na semana passada, a sétima edição da Jornada de Estudos em Poesia Portuguesa Moderna e Contemporânea, na Universidade Federal de Minas Gerais. O evento homenageou o poeta Daniel Faria, estudado no segundo semestre do ano passado.

A conferência de abertura ficou aos cuidados de Viviane Cunha, professora da UFMG. Em sua instigante apresentação, intitulada “A figura da malmaridada no cancioneiro românico medieval”, tivemos a oportunidade de saber um pouco mais das cantigas da Idade Média sobre as mulheres mal casadas.

Logo depois, foi realizada a primeira rodada de discussão da jornada, ainda na noite do dia 21 de junho: “Que a mão escreva na língua o que a língua há-de cantar: Daniel Faria”. Nela, Erick Gontijo Costa apresentou o trabalho “Uma pedra fechada pelo lado de dentro”, Moisés Paim Fonseca foi o responsável por “Onde o ontem podia ser hoje”: a disposição cíclica do tempo em Uma Cidade com Muralha, de Daniel Faria”, Paulo Cantalice discutiu “O percurso da poesia em Explicação da pedra enquanto lume, de Daniel Faria” e Lucca Tartaglia abordou “Das madrugadas: um breve estudo sobre os livros da idade juvenil de Daniel Faria”.

O debate acerca da poesia portuguesa continuou no dia seguinte, agora em uma mesa que tinha como intuito apresentar uma abordagem mais ampla da poesia portuguesa. Em “A palavra em seu gume: poesia portuguesa moderna e contemporânea”, tivemos a oportunidade de saber mais da pesquisa realizada por Raquel Madanêlo, com sua comunicação “Entre cartas e dedicatórias: José Osório de Oliveira e os modernistas brasileiros”; Luana Cota Drumond, em “A leitura de poesia brasileira por Sophia Andresen”; Patrícia Chanely Silva Ricarte, com “Se tivéssemos música: a poesia como errância e como perda na lírica portuguesa contemporânea”, e, por fim, Patrícia Resende Pereira na leitura de “A lentidão da imagem, o coração vertiginoso: poesia e cinema no filme Carlos de Oliveira – Sobre o lado esquerdo”.

O nosso evento foi encerrado com a mesa “Repetir dia após dia os mesmos gestos: Hélia Correia”, concentrada em discutir a poesia e o teatro de Hélia Correia, estudada no primeiro semestre de 2017. Para tanto, tivemos os seguintes trabalhos: “Os homens estão completamente sós: Notas sobre a Antígona de Sófocles em Hélia Correia e Hölderlin”, de Mariana Pereira Guida; “O que fazer com os poemas dispersos de Hélia Correia?”, de Roberto Bezerra de Menezes, e “Apodera-te de mim: considerações sobre a ideia de amor na poesia e no teatro de Hélia Correia”, de Silvana Pessôa.

As fotos do evento podem ser conferidas logo a seguir.

Publicado em Daniel Faria, Hélia Correia, Notícias | Deixe um comentário

Curso de Extensão na UNESP-Araraquara: Literatura, Teatro e Cinema

O curso de extensão Ensino em Perspectiva Interdisciplinar: Literatura, Teatro e Cinema, a ser ministrado na UNESP – Araraquara de setembro a novembro de 2017, já dispõe de todos os detalhes para a inscrição.

Maiores informações: http://master.fclar.unesp.br/#!/instituicao/administracao/divisao-tecnica-academica/apoio-ao-ensino—staepe/cursos-de-extensao/cursos-e-inscricoes-2017/ensino-em-perspectiva-interdisciplinar-literatura-teatro-e-cinema/

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

VII Jornada de Estudos em Poesia Portuguesa Moderna e Contemporânea

Nos dias 21 e 22 de junho de 2017, o Centro de Estudos Portugueses da Faculdade de Letras da UFMG e o Polo de Pesquisa em Poesia Portuguesa Moderna e Contemporânea farão realizar a VII Jornada de Estudos em Poesia Portuguesa Moderna e Contemporânea, na Faculdade de Letras da UFMG, com a Homenagem ao poeta Daniel Faria.

Cartaz VII Jornada.png

Além da mesa em Homenagem a Daniel Faria, a Jornada contará com trabalhos sobre Hélia Correia, José Osório de Oliveira, Sophia Andresen, Manuel de Freitas, Rui Pires Cabral, Luís Quintais e Carlos de Oliveira. A Conferência de Abertura versará sobre “A figura da malmaridada no cancioneiro românico medieval”, por Viviane Cunha.

Você pode encontrar todos os detalhes em nosso Caderno de Programação & Resumos.

Publicado em Atividades, Congressos, Sem categoria | Deixe um comentário